Alunos poderão faltar às aulas por motivos religiosos

Compartilhe:

alunosUm projeto de lei que está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado quer autorizar faltas escolares por questões religiosas.

O PL nº 130/2009 foi apresentado pelo deputado Rubens Otoni (PT-GO) com o objetivo de proteger o aluno que estiver em período de guarda religiosa a não ser prejudicado em seus estudos.

“É assegurado ao aluno, por motivo de liberdade de consciência e de crença religiosa, requerer à escola em que esteja regularmente matriculado, seja ela pública ou privada e de qualquer nível de ensino, que lhe sejam aplicadas provas em dias não coincidentes com o período de guarda religiosa”, diz o artigo 1º do projeto de lei.

Provas e trabalhos que o aluno perder poderão ser remarcadas pela escola, sem que o estudante perca a nota. O PL também pede que a falta não seja contabilizada, além de assegurar que o aluno faltante não perca o material apresentado.

Na área de consultas no site do Senado há mais de 10 mil manifestações a favor do projeto de lei que não limita a crença, podendo beneficiar estudantes do ensino particular e público a não ser prejudicado nas aulas.

Para ler o projeto completo clique aqui.

Comente



  
  

  contato@mantenaterraboa.com.br

 

   Categorias
 
    -
Destaques                 - Página Policial
    - Cidade                        - Política         
    -
Educação                  - Geral
    - Esporte                       - Eventos
    -
Estado                        - Mundo Gospel
    - Eventos                      - Dicas de Saúde 
    - Mensagens                - Videos

 

   Redes sociais

        


 
É livre a reprodução das publicações contidas
neste site, ressalvando direitos e autorias
de terceiros

 
© 2016 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Interativas